Monteiro registra queda nos números de casos de Dengue nos primeiros meses do ano

Monteiro

O município de Monteiro apresentou nos três primeiros meses do ano uma queda considerável no que diz respeito aos números de casos notificados de Dengue. Em Dezembro do ano passado a cidade teve um surto da doença, levando a prefeitura a decretar situação de emergência na saúde pública, foram notificados 3.937 casos em 2015, desse total 2.402 foram no último mês do ano.

Já no primeiro mês de 2016, observamos uma queda de mais de mil casos, uma notificação de 808. Em Fevereiro a queda dos números com relação aos casos notificados de Dengue é ainda mais considerável, 308 notificações foram feitas. Já nas duas primeiras semanas de Março até a última quarta-feira dia 16 foram confirmados 117 casos de Dengue na cidade de Monteiro. Das 1.233 notificações registradas no primeiro trimestre do ano, 1.216 foram confirmadas.

Os dados foram divulgados pela Ravenna Farias da 5º Gerência Regional de Saúde responsável pelo cariri paraibano ocidental, que destacou ainda que uma morte foi confirmada por Dengue em Monteiro no início do ano.

Com relação à Chikungunya esse ano foram confirmado dois casos, e uma morte está sendo investigada tendo como possível causa a doença.  No tocante à Zica, segundo Ravenna Farias, ainda não há confirmação da circulação do vírus Zika na cidade de Monteiro.

No que diz respeito à Microcefalia dez casos estão sendo investigados na cidade, até o momento apenas um foi confirmado por infecção congênita, ou seja, ainda não se sabe se o causador foi o zika vírus.

A prefeitura e o Estado continuam com ações na cidade em busca da contenção de casos de doenças provocadas pelo Aedes Aegypte. 95% dos criadouros estão dentro das residências. Historicamente, o período de maior incidência de casos de dengue ocorre entre as semanas 05 e 21º o que corresponde, em séries históricas de anos anteriores, aos meses de Janeiro a Maio.

Paraíba Mix – Elisa Marinho

Por: Junior Queiroz em 21 de março de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *