Em Serra Branca, Zizo confirma que não fará substituições na chapa e recorrerá da impugnação junto ao TRE-PB

O juiz da 58ª Zona Eleitoral de Serra Branca, Dr. José Irlando Sobreira, impugnou a candidatura a prefeito de Serra Branca do ex-prefeito Zizo Mamede (PT). A decisão do magistrado se deu em conformidade com o pedido feito pelo Ministério Público Eleitoral, alegando que o postulante está inelegível, com base em condenações sofridas por Zizo no exercício do mandato de prefeito de Serra Branca.

Zizo disse que estava sendo vítima de uma decisão equivocada e que, portanto, iria recorrer até as últimas instâncias para garantir seu direito de ser candidato. O petista confirmou que não haverá substituição de seu nome na disputa e que continuará focado na campanha.

“Não seria nem candidato nessas eleições, mas já que me chamaram para a luta vou até o fim e após ganhar as eleições resolverei esse imbróglio na Justiça. Estou sendo vítima de uma decisão equivocada e provarei isso”, destacou o candidato Zizo.

O Ministério Público alegou que o ex-prefeito Zizo está com seus direitos políticos suspensos, com base no Processo nº 0000738-26.2013.815.0911, em decisão cujo trânsito em julgado ocorreu em 02 (dois) de maio de 2017, por ato doloso de improbidade administrativa. Além disso, defende que o promovido também está com restrição ao seu direito de elegibilidade, posto que teve suas contas relativas a Tomada de Contas Especial instaurada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação na gestão de 2005 a 2008, em decorrência da não comprovação da boa e regular aplicação dos recursos públicos federais repassados àquela edilidade no âmbito do Convênio 844054/2007 e do Programa Brasil Alfabetizado, exercício 2008, julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União – TCU, no ano de 2018.

Paraíba Mix

com De Olho no Cariri

Por: Junior Queiroz em 26 de outubro de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *