Justiça determina reintegração de posse em campus da UFPB ocupado por estudantes

A Justiça Federal determinou nesta terça-feira (10) que seja feita a reintegração de posse no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, que foi ocupado por estudantes em protesto à nomeação do professor Valdiney Veloso para o cargo de reitor. A decisão do juiz federal Bruno Teixeira de Paiva também inclui multa diária no valor de R$ 1 mil por dia de atraso, caso não seja cumprida a decisão.

Há quase cinco dias, os estudantes estão acorrentados na entrada da Reitoria em protesto contra a decisão de Jair Bolsonaro de nomear Valdiney Veloso, que foi o último colocado na lista tríplice enviada ao presidente. Os alunos estão no local desde às 21h da quinta-feira (5).

De acordo com a decisão, a UFPB alega que “os invasores estão impedindo o ingresso e o livre trânsito de servidores, terceirizados, demais alunos e pessoas em geral, mediante ameaças e colocação de cadeados nos portões”.

Além disso, a instituição afirma que os estudantes “estão provocando desordens e tumulto que podem resultar em danos à integridade física dos servidores, transeuntes da região, dos próprios manifestantes, bem como danos ao patrimônio da UFPB”.

Conforme o magistrado, “foi comprovado risco para o patrimônio com a ocupação do prédio e dano social, já que o direito à educação e ao trabalho dos servidores está sendo prejudicado”.

G1

Por: Junior Queiroz em 10 de novembro de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.