Domiciano rebate especulação de que pode ser substituído por Sérgio Queiroz na chapa de Pedro

É fake. Alçado à condição de candidato a vice-governador na chapa de Pedro Cunha Lima, o ex-deputado Domiciano Cabral (Cidadania), negou a existência de um “motim” no PSDB para substituir o seu nome na chapa tucana até sexta-feira (05), último dia estabelecido pela Justiça Eleitoral para a homologações de candidaturas.

Segundo informações surgidas dos bastidores da política, um grupo influente no ninho tucano estaria insatisfeito com a indicação de Domiciano para compor a chapa majoritária, e articulando uma manobra para substituir o ex-deputado até sexta-feira.

Ouvido sobre esse suposto “motim”, Domiciano reagiu de forma incisiva e garantiu que se trata de um “fake”.

“É fake. Desconheço esse movimento. É fake” afirmou.

Domiciano Cabral (Cidadania), foi anunciado como candidato a vice da chapa de Pedro no último domingo, durante a convenção do PSDB em Campina Grande.

Domiciano foi deputado federal e estadual por dois mandatos, ex-vereador de João Pessoa e ex-vice-prefeito de Bayeux.
Quem também estava de olho na vaga era a empresária Melca Farias, presidente da Associação Comercial da Paraíba, que havia sido convidada pelo ex-senador Cássio, pai de Pedro, mas perdeu a disputa para o ex-deputado.

Com PB Agora

Por: Junior Queiroz em 4 de agosto de 2022

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.