Alegando perseguição política, costureira e crianças são despejadas de casa em cidade do Cariri

A justiça determinou o despejamento da costureira Lucileide dos Santos Alves (31 anos), mãe de duas crianças, nessa quarta-feira (25). A ação foi movida pela Prefeitura de São Domingos do Cariri, no Cariri paraibano

Lucileide alega que o fato se trata de pura perseguição política, por parte da prefeita Inara Marinho (PSDB). A costureira diz que procurou a prefeita para um acordo, mas não teve solução. Ela afirmou que adquiriu a casa através da venda de uma moto e um terreno, fruto de economias das costuras.

O suplente de vereador, Dio Madruga (PSB), informou que esse tipo de procedimento imposto pela prefeita só serve para quem é adversário dela. O parlamentar lembrou que aconteceu um caso de um morador desse mesmo conjunto, vender a casa para pagar uma conta, em uma loja da cidade, e não teve intervenções por parte da Prefeitura.

A prefeita, Inara Marinho, descartou que esse caso tenha sido perseguição política.

Inara relatou que esse processo foi movido desde de 2013, na gestão do ex-prefeito, Zé Ferreira. “Foi uma questão que estava na justiça. É uma causa que vinha nos tramites legais, eu não nem prefeita era”, explicou.

 

com Maispb

Por: Junior Queiroz em 27 de outubro de 2017

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *