Guilherme Gaudêncio cobra que artistas de Serra Branca recebam auxílio do governo federal

O vereador Guilherme Gaudêncio (PDT) cobrou que a prefeitura de Serra Branca faça o cadastramento dos trabalhadores da cultura que irão receber o auxílio emergencial, por meio da Lei n° 14.017/2020 (Lei Aldir Blanc). Guilherme demonstra preocupação com a situação de músicos, sanfoneiros, produtores e profissionais da cultura que estão há mais de 3 meses parados em decorrência da pandemia do Covid-19.

O município de Serra Branca receberá do governo Federal mais de R$ 121 mil a ser pago em forma de auxílio em três parcelas de R$ 600,00 às pessoas que trabalham na área da cultura, sendo mãe de família, a parcela do auxílio poderá chegar a R$ 1.200,00.

De acordo com o vereador Guilherme Gaudêncio, alguns artistas de Serra Branca cobraram nas redes sociais por mais apoio por parte da prefeitura que neste mês junino não realizou nenhuma ação de incentivo a categoria. “Nem sequer a nossa lei aprovada pela Câmara Municipal para realização das lives com os artistas locais no mês junino foi realizada, diferentemente de vários municípios da região. Um total desrespeito não a minha pessoa, mas aos músicos e produtores culturais que passam por grave dificuldade financeira”, lamentou.

Guilherme destaca que o recurso está assegurado, mas não vê qualquer ação da prefeitura para auxiliar os artistas no cadastramento. “Cobramos o início da inscrição dos artistas para que possam ser atendidos pelo auxílio do governo federal, pois os artistas de nossa cidade estão muito sacrificados e sem renda. Essa é uma das classes mais sacrificadas com a pandemia. Esperamos que a prefeitura tenha um novo olhar e tome as medidas cabíveis para que os artistas recebam o auxílio emergencial nesse momento difícil”, conclui.

Por: Junior Queiroz em 7 de julho de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *