Presidente do PSD não menciona candidatura de Romero ao governo pela legenda

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, afirmou em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo” que o partido pretende dar prioridade para candidaturas próprias a governador nos ‘grandes colégios eleitorais’ do país. Ele não incluiu, no roteiro, a Paraíba, onde o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, filiado ao PSD, movimenta-se junto a expoentes da oposição ao governo João Azevêdo para enfrentá-lo no pleito do próximo ano. “A nossa ideia – frisou Kassab – é ter candidatura a governador no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, São Paulo, no Paraná, os grandes colégios eleitorais”.

Em seguida, Kassab observou que não é uma “diretriz fechada”, mas pontuou: “A política se impõe, sempre existem as exceções que têm que ser admitidas, mas a recomendação é de que, em especial nos grandes colégios eleitorais, tenhamos candidaturas a governador”. Na Paraíba, aliados do ex-prefeito Romero Rodrigues já chegaram a cogitar a possibilidade dele migrar para outro partido caso não tenha apoio do PSD para disputar o Executivo estadual ou na hipótese de apoio do PSD à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Romero é ferrenho antipetista e amigo pessoal do presidente Jair Bolsonaro, cuja candidatura à reeleição apoia e com quem espera fazer dobradinha na disputa do próximo ano.

Os Guedes

Por: Junior Queiroz em 11 de julho de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *