Luiz Couto descarta nome para Senado e reforça que é pré-candidato a deputado federal

O ex-deputado Luiz Couto (PT) que é pré-candidato a deputado federal nas eleições desse ano, disse, em entrevista desta terça-feira (21), que não queria mais ser candidato, mas que aceitou o pedido de seu amigo, Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato a presidência da República. 

“Já nem queria mais ser candidato, mas aceitei o pedido de Lula e estou colocando meu nome”, disse. 

O padre também revelou votar em Veneziano para o governo da Paraíba e em Ricardo Coutinho para o Senado. Ambos os candidatos são os nomes defendidos por Lula nas eleições de outubro na Paraíba. 

Ao ser questionado sobre a possibilidade de revisão em leis aprovadas durante o governo de Bolsonaro, Luiz Couto reforçou que se Lula ganhar haverá mudanças, principalmente na reforma trabalhista e previdenciária. 

“Quem é prejudicado por isso são os trabalhadores, e são eles que vão votar. A população está perdendo muito. Vamos cuidar em fazer uma reforma que respeite os direitos dos trabalhadores”, disse. 

Ele lembrou ainda do cenário que enfrentou nas eleições de 2018. Segundo Couto, sua posição foi de sacrificar sua candidatura a deputado federal para colocar o nome ao Senado e ajudar Ricardo Coutinho a eleger João Azevêdo. 

“Isso foi uma convocação de Lula e eu aceitei. Primeiro eu fui candidato e convocado pois Ricardo estava preocupado que a candidatura de João não decolava. Fui colocado e já estava preparado para ser candidato para deputado federal, mas ouvi Lula e Gleisi para ajudar Ricardo na proposta que queria para a Paraíba, mas na hora H, até 15 dias, tinha informações que seria eleito para Senador, mas perdemos diante o derramamento de dinheiro que Aguinaldo fez em João Pessoa”, analisou.

PARAÍBA MIX

Com Click PB

Por: Junior Queiroz em 22 de junho de 2022

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.