Dois engenheiros suspeitos de fraudar laudos em Brumadinho são presos

Dois engenheiros suspeitos de fraudarem laudos técnicos da empresa Vale que atestaram a segurança e permitiram operações na barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, foram presos na manhã desta terça-feira (29) pela Polícia Civil, em São Paulo.

 

Os dois foram presos em casa.  A polícia também apreendeu documentos que poderiam confirmar os indícios de fraude.

A ordem de prisão temporária, com validade de 30 dias, foi expedida pela Justiça de Minas Gerais, onde outras três pessoas também foram presas.

 

Ao todo, foram sete mandados de busca e apreensão e cinco de prisão.

A ação é voltada para a apuração de responsabilidade criminal pelo rompimento de barragem na última sexta-feira (25) e está sendo comandada pelo Ministério Público e pela Procuradoria da República em Minas como apoio das polícias civil e federal de São Paulo, além do Ministério Público estadual.

 

Em nota, a Vale informou que “está colaborando plenamente com as autoridades” e que “permanecerá contribuindo com as investigações para a apuração dos fatos, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas”.

 

EBC

Por: Junior Queiroz em 29 de janeiro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *