Ricardo é o primeiro governador a denunciar abusos da Lava Jato: “Direitos fundamentais estão sendo ignorados”

Ricardo-Coutinho-ODE

O governador do Estado da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), condenou a ação da Polícia Federal nesta sexta-feira, 4, que tem como foco principal o ex-presidente Lula.

Em entrevista à revista Nordeste, o governador considerou ser indispensável “manter a luta” para assegurar a Democracia no País diante do que considerou espetacularização da Justiça.

“Direitos fundamentais estão sendo ignorados e onde nobres e necessários objetivos legalistas cada vez mais se confundem com desejos e estratégias de correntes políticas e de algumas elites econômicas retrógradas. Espetacularizaram a justiça e a política”, afirmou Ricardo Coutinho.

Na primeira manifestação de um governador de Estado contra a 24ª fase da Lava Jato, denominada Aletheia, Ricardo disse que se extrapolou “definitivamente” os limites do bom senso. “Acho que se extrapolou, definitivamente, os limites do bom senso e da apoliticidade que deve conduzir um processo como esse. Ontem, um ex-presidente, com endereço fixo, se colocava à disposição da justiça para depor. Hoje, um verdadeiro aparato policial foi montado para “conduzir coercitivamente” esse ex-presidente para depor sob a mira da grande mídia que comanda e tenta de todas as formas ressuscitar protestos contra um governo”, disse.

O governador do PSB considera que “essa simbiose é muito perigosa para o Estado Democrático de Direito. Não se trata de defender a impunidade. Se trata de ser contrário a toda uma clara e evidente manipulação que está ocorrendo onde direitos fundamentais”.

Brasil 247

Por: Junior Queiroz em 4 de março de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Um Comentário

  1. José lira de Souza disse:

    Sou a favor da continuidade do Governo Dilma,concordo com o Governador Ricardo um Homem corajoso.
    SOU CONTRA UM GOLPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *