MPF recomenda que Governo da PB priorize vacinação do público prioritário antes de atender outros grupos

O Ministério Público Federal (MPF) emitiu uma recomendação ao Governo da Paraíba para que a vacinação contra a Covid-19 dos grupos prioritários seja priorizada antes de contemplar outros grupos. A recomendação foi emitida neste domingo (5).

O estado deve enviar no prazo de cinco dias as medidas que estão sendo tomadas para viabilizar o acesso da população acima de 18 anos previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI) à vacinação, em primeira dose, em especial as medidas de busca ativa e de equalização das doses de vacina dentro do estado.

G1 solicitou nota ao Governo do Estado e aguarda posicionamento.

De acordo com o documento, a prioridade deve ser observada, em especial, com relação à imunização de adolescentes com deficiências permanentes, com comorbidades, gestantes e puérperas e privados de liberdade, e, posteriormente, vacinar os adolescentes sem comorbidades.

Conforme o MPF, a vacinação dos adolescentes deve seguir a seguinte ordem:

  • População de 12 a 17 anos com deficiências permanentes.;
  • População de 12 a 17 anos com presença de comorbidades;
  • População de 12 a 17 anos gestantes e puérperas;
  • População de 12 a 17 anos privados de liberdade;
  • População de 12 a 17 anos sem comorbidades.
Por: Junior Queiroz em 6 de setembro de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *