Hospital Regional de Monteiro receberá soro contra veneno de cobra no mês de junho, afirma Ravena Farias

A gerente Regional de Saúde do Cariri paraibano, Ravena Farias, confirmou que o Hospital Regional de Monteiro, receberá o soro antiofídico, que faz parte do tratamento contra acidentes causados por serpentes, ainda no mês de junho. No último domingo (29), o portal Paraíba da Gente, trouxe com exclusividade a importância do Hospital Regional Santa Filomena voltar a disponibilizar do soro para o atendimento de possíveis vítimas.

Segundo a gerente, no dia 08 de junho, haverá uma capacitação para profissionais médicos e enfermeiros do Hospital, núcleo de vigilância e de imunização da gerência, para a administração dos soros no Hospital Regional Santa Filomena. Após a capacitação, a unidade hospitalar estará recebendo os soros, não para estoque, mas, para o atendimento de acordo com a necessidade.

Ravena comemorou a chegada desses soros, já que era uma demanda antiga da região.

“Era uma demanda reivindicada por vários municípios da região. É uma grande vitória, já que nossos pacientes serão atendidos aqui na região e não precisarão mais deslocarem para Campina Grande,” disse.

Para que serve o soro antiofídico:

O Instituto Butantan produz diversos tipos de soros para combater o veneno de animais peçonhentos, dentre eles o antídoto indicado no tratamento do envenenamento por serpentes. O soro antiofídico faz parte do tratamento contra acidentes por serpente e é realizado em hospitais de todo o Brasil, salvando milhares de pessoas todos os anos.

Dependendo do tipo de cobra que causou o acidente, existe um tipo de soro – afinal, são muitas espécies de cobras. Porém, o processo de produção de cada soro é o mesmo, e a efetividade do produto também.

Por: Junior Queiroz em 30 de maio de 2022

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.