Confira o relato do padre Gilmar após ser encontrado por policiais

Após ser encontrado, o padre José Gilmar foi levado para a Central de Polícia de João Pessoa, onde deu entrevista e relatou o que passou durante os quatro dias em que esteve desaparecido.

Ele foi abordado por criminosos após sair de um velório no bairro de Tambiá. Estes fizeram o padre parar o carro, entraram no veículo e sentaram no banco de trás.

Os sequestradores pediram que o padre seguisse com destino a Recife, mas na BR-101, pediu que seguisse com direção ao município do Conde. Foi neste momento em que a vítima conseguiu enviar mensagem de socorro ao colega, pois estava com o celular embaixo das pernas.

José Gilmar foi levado para um local de mata fechada e, a todo o momento estava sendo obrigado a fazer transferências bancárias, após descobrirem que ele era padre. Os bandidos achavam que ele tinha acesso a conta da paróquia.

Leia trechos do relato do religioso.

– Eram dois, aparentemente, mais um motorista que depois de abandonar o carro da paróquia, pegou outro veículo e me levou até o local onde fui deixado. Não teve agressão física muito forte, só psicológica – disse.

Após ser abandonado pelos sequestradores, ele conseguiu se soltar.

-Minhas mãos foram amarradas e colocam um capuz, mas eles retiraram as amarras das mãos no momento em que me liberaram. Eu não sei o motivo que os levou a tomarem essa decisão, mas pela fé a gente sabe o que Deus pode realizar – falou.

José Gilmar foi levado para o Instituto de Polícia Científica onde passou por exame de corpo de delito.

Paraíba Online

Por: Junior Queiroz em 19 de outubro de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.