Sem bancos, pessoas recebem salários ‘à prestação’ no Cariri

salário_atrasadoCom a explosão da agência do Banco do Brasil e dos Correios e Telégrafos, os aposentados e servidores públicos da cidade de Cabaceiras, na região do Cariri, estão sendo obrigados a receber o benefício salarial de forma parcelada, ou terem que se dirigir a Queimadas e Campina Grande, cidades mais próximas com agências bancárias.

Outra cidade próxima é Boqueirão, mas o banco do Brasil do município também foi explodido por bandidos e está sem funcionar.

Hoje, o cidadão para receber qualquer quantia, tem que se contentar com um correspondente bancário do Banco Bradesco, ou uma casa lotérica, além de aguardar longas filas.

Segundo o relato do aposentado Antônio Sousa, para receber o seu benefício tem que chegar as quatro horas da manhã e ficar na fila do correspondente bancário, muitas vezes sem a certeza da conclusão do pagamento. “Em determinados casos, às 08h00 quando o estabelecimento é aberto, ainda temos que esperar alguém realizar um depósito para poder receber. Muitas vezes recebemos uma parte e temos que esperar  outro depósito para receber o restante do salário”, explicou.

Com MaisPB
Bruno Lira

Por: Junior Queiroz em 5 de julho de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *