Paraibanos seguem indecisos sobre impeachment

c0b7d595f5ed3581b49928256adaabca

 

O apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados, cresceu 27,3% em apenas uma semana. Desde a terça (5), o número de deputados que se declaram pró-impeachment passou de 234 para 298. O número de deputados governistas que se declaram contrários ao afastamento imediato da presidente, considerando-o “golpe”, subiu 8,1%, de 110 para 119 deputados.

Segundo levantamento quatro deputados federais paraibanos seguem indecisos quando o assunto é o impeachment da presidente Dilma, são eles: Hugo Mota, do PMDB; Veneziano Vital, do PMDB, Wilson Filho, do PTB e Rômulo Gouveia, do PSD.

Para aprovar o impeachment, a oposição precisa de mais 44 votos (14,7%). Para impedi-lo, o governo precisa de 53 votos (44,5%). Ainda há 54 deputados que se declaram indecisos em uma dezena de partidos: PMDB, PP, PR, PSB, PSD, PRB, PTB, PDT, PTN e PHS.

Apesar de cada vez menor, o número de deputados que se recusam a revelar seu posicionamento conta com 43 votos. A oposição está certa de que os 44 votos restantes para aprovação do impeachment no plenário da Câmara serão superados com facilidade.

Segundo levantamento do jornal O Estado de São Paulo quatro deputados federais paraibanos seguem indecisos quando o assunto é o impeachment da presidente Dilma, são eles: Hugo Mota, do PMDB; Veneziano Vital, do PMDB, Wilson Filho, do PTB e Rômulo Gouveia, do PSD. Destes Veneziano já deu sinais de que pode seguir com Dilma. Conforme esse levantamento, os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP), Luiz Couto (PT) e Damião Feliciano (PDT) estão afinados com a petista. Efraim Filho (DEM), Manoel Júnior (PMDB), Benjamin Maranhão (SD) e Pedro Cunha Lima votam a favor do afastamento.

PBAgora

Por: Junior Queiroz em 12 de abril de 2016

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *