Ricardo Coutinho e Éden Duarte entregam Central de Comercialização em Sumé

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, neste sábado (10), ao lado do prefeito Éden Duarte, a Central de Comercialização da Agricultura Familiar e da Economia Solidária do Cariri Ocidental da Paraíba (EcoParaíba), no município de Sumé. Foram investidos mais de R$ 171 mil pelo Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano.

Ricardo afirmou que a população deve aprender a superar a crise econômica, que assola todo o país, com o seu próprio trabalho e que o Estado deve estimular a geração de emprego e renda, principalmente em regiões que antes não havia investimento direto para a economia solidária.

“O importante é tornar as pessoas produtivas, criar um ambiente que permita, além de produzir, melhorar sua condição de vida a partir de seu próprio trabalho, de sua própria renda. A proposta da economia solidária, que tem no Governo do Estado uma compreensão, uma construção bastante sensível, atualizada, visa fazer com que tenhamos um entreposto comercial aqui no Cariri que nos permita fazer com que o artesanato, a agricultura familiar e uma série de coisas que são produzidas de forma coletiva possam ter um espaço de comercialização”, declarou.

A EcoParaíba possui 12 grupos de artesãos, agricultores e apicultores atendidos, gerando emprego e renda para 419 pessoas direta e indiretamente dos municípios de Sumé, São João do Tigre, Zabelê, Monteiro, Congo, Camalaú e São José dos Cordeiros. A Central, que é gerida pela Secretaria Executiva da Segurança Alimentar e Economia Solidária, tem parceria com a Universidade Federal de Campina Grande, prefeituras de Sumé e São José dos Cordeiros, projeto Cooperar, Procase, além do Conselho Municipal de Cultura e Associação Cultural, ambas de Zabelê.

São produzidos artesanato com escamas de peixe e com madeira, bijuterias, renda renascença, vassouras de garrafas pet, beneficiamento de alimentos, filés de peixe, licores, mudas de plantas e serviço de costura e conserto de roupas.

Os beneficiados da EcoParaíba têm à disposição assessoramento técnico, formação, organização e comercialização de produtos regionais de artesanato e feiras da agricultura familiar com produtos agroecológicos da região e incubação de empreendimentos solidários.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, enalteceu a iniciativa e apontou melhorias socioeconômicas para o Cariri, a partir da EcoParaíba.

“Esse é o governo que tem tido uma preocupação muito grande exatamente na base da economia. Se há investimento nisso, é garantido o crescimento constante e estrutura maior para o desenvolvimento para um processo de

parceria tão importante como esse. Aqui teve todos os entes envolvidos e quando se une forças, as coisas acontecem de uma forma maior”, afirmou.

Dalila Gomes, de 31 anos, é uma das beneficiadas da EcoParaíba e comemora a iniciativa. “Isso é fundamental. Este é meu primeiro ponto de venda fixa. Eu consigo trazer minhas peças para poder mostrar às pessoas, porque antes só mostrava em feiras de artesanato, que não acontece todo mês. Então esse ponto de venda fixo é bom porque eu consigo fazer mais peças, renovar o estoque mais rápido, porque se vende rápido também. A geração de renda é incrível”, relatou.

Paraíba Mix

Com Secom PB

Por: Junior Queiroz em 13 de março de 2018

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *