Liminar é concedida a Júnior de Preto e gestor garante permanência à frente da Prefeitura de Taperoá

O Tribunal Superior Eleitoral deferiu nesta quinta-feira o pedido de liminar interposto pela defesa de Júnior de Preto contra o afastamento do gestor a partir de julgamento de AIJE pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. O ministro relator então reconduziu Júnior de Preto ao cargo de prefeito do município de Taperoá.

O juiz relator, o Ministro Sérgio Silveira Banhos, entendeu que o caso além de inegável perigo de dano, apresentou dúvida razoável sobre a robustez probatória do ilícito, e pela situação da crise sanitária que vive o município, concedeu o efeito suspensivo da decisão do TRE ao gestor taperoaense. A decisão liminar tem validade até o julgamento do recurso especial pelo próprio TSE.

O TRE-PB cassou a chapa Jurandi/Júnior no último dia 27 de agosto a partir de ação impetrada pela coligação adversária em Taperoá.

A eleição indireta que estaria para acontecer na próxima sexta foi suspenda e Júnior de Preto voltará á frente da Prefeitura de Taperoá.

Paraíba Mix

Por: Junior Queiroz em 10 de setembro de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *