Cemitério de Serra Branca atinge lotação e novas covas estão sendo abertas em avenidas

Moradores denunciaram a situação do Cemitério de Serra Branca. Os serra-branquenses falecidos recentemente, em sua maioria vítimas da Covid-19, estão sendo enterrados em avenidas entre túmulos, o que causará transtornos futuros familiares que visitam seus falecidos.

Em conversa com coveiros que trabalham no local, eles alegam que não há mais espaços para abrir novas covas e por isso estão sendo obrigados a abrir sepulturas em locais inadequados.

Segundo apurou a reportagem, a Prefeitura de Serra Branca há muito tempo já foi informada do problema. Questionado, o secretário de Serviços Urbanos, Tarcísio Trajano, disse que vai construir gavetas para conseguir enterrar mais pessoas.

Tarcísio disse ainda que o prefeito Souzinha quer comprar um muro que há vizinho ao cemitério, mas fatalmente o espaço continuará sendo muito limitado e logo a cidade não terá mais onde enterrar seus falecidos.

O secretário não explicou o valor que será gasto para a compra do pequeno terreno, nem da construção das “gavetas” improvisadas.

O fato é que Serra Branca precisa urgentemente de um novo cemitério, até porque como todos da cidade sabem, o atual está situado no centro da cidade e rodeado de residências, não havendo portanto para onde crescer satisfatoriamente.

DESCASO

Durante a visita, a equipe foi abordada por uma moradora que visitava seus entes falecidos, e reclamou do matagal que tomava conta de parte do cemitério. Flagramos os espaços mais críticos e há túmulos que estão escondidos em meio a grandes árvores e mato alto.

Também levamos a reclamação para a Secretaria de Serviços Urbanos, que avisou que resolverá a situação.

Paraíba Mix

Com De Olho no Cariri

Por: Junior Queiroz em 10 de junho de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *