Bolsonaro autoriza candidatura de políticos com contas rejeitadas

A lei que permite a candidatura de políticos que tiveram as contas julgadas rejeitadas durante o exercício do mandato foi sancionada, nesta quinta-feira (30/9), pelo presidente Jair Bolsonaro.

Poderão participar das eleições aqueles que foram condenados a pagamento de multa por contas irregulares sem danos ao erário.

Antes, a lei estabelecia que aqueles que tivessem as contas rejeitadas ficariam inelegíveis por oito anos para qualquer cargo, desde que a decisão não tenha mais possibilidade de recurso.

A Presidência alegou que a lei foi sancionada para evitar punições desproporcionais em ocasiões em que há “pequeno potencial ofensivo”.

Por: Junior Queiroz em 30 de setembro de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *