Governo vai implementar barreiras sanitárias em rodovias para conter variante indiana da Covid-19

O ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga, anunciou que o governo vai implementar barreiras sanitárias em aeroportos, rodoviárias e rodovias para conter a entrada da variante indiana da Covid-19.

Os primeiros casos foram identificados no Maranhão. Testes rápidos foram enviados ao estado.

De acordo com ele, os passageiros que passarem por aeroportos ou pelas fronteiras do estado precisarão fazer o teste rápido. O anúncio foi feito neste sábado (22), após uma reunião do ministro com o secretário de Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido.

“Qualquer passageiro que tiver teste rápido positivo fará RT-PCR com a pesquisa também genômica no intuito de detectarmos a possibilidade da variante indiana. Estamos atentos também a possíveis casos que podem surgir em outros estados, e a conduta será a mesma”, explicou Queiroga.

A Paraíba já enviou amostras para identificação de presença de variante indiana aqui no estado.
Voos

O Brasil chegou a suspender voos da Índia na semana passada, após recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Voos de origem na Inglaterra, Irlanda do Norte e África do Sul também estão suspensos porque a variante também foi identificada nesses países.

Reunião dos Conselhos de Secretários

Na segunda-feira, haverá reunião com representantes do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais e Municipais de Saúde (Conass e Conasem) com a pasta para definir parâmetros para a distribuição mais ampliada de testes.

O ministro afirmou que a distribuição dos 3 milhões de testes que a pasta tem vai começar com prioridade no Maranhão, devido ao caso da variante indiana, e também a regiões de fronteira e aeroportos.

O Globo

Por: Junior Queiroz em 23 de maio de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *