Após votar a favor de cobranças em universidades públicas, Pedro tirará licença para terminar pós-graduação particular na Europa

77344e405382a0be449dApós votar favoravelmente com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 395/14, que permite às universidades públicas cobrarem por cursos de pós-graduação lato sensu, extensões e mestrado profissional o deputado federal Pedro Cunha Lima ( PSDB-PB) deve se licenciar do mantado para concluir uma pós-graduação em uma universidade particular em Portugal.  Com  a licença de Pedro, o suplente Marcondes Gadelha (PSC-PB) assumirá o mandato, voltando assim, a Cãmara Federal.

Filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Pedro Cunha Lima de 27 anos, está no seu primeiro mandato.

Na Paraíba apenas dois deputados votaram favoráveis a (PEC) 395/14: Pedro Cunha Lima (PSDB) e Aguinaldo Ribeiro (PP). Com a saída de Pedro quem deve assumir é o suplente Marcondes Gadelha.

Marcondes é presidente do PSC na Paraíba e foi um dos primeiros líderes políticos a anunciar apoio à candidatura do senador Cássio O suplente de deputado Marcondes Gadelha (PSC) pode ingressar na Câmara Federal com a licença de Pedro Cunha Lima (PSDB). Conforme publicado na página virtual da Revista Istoé, na manhã de hoje, Pedro deve tirar licença para realizar atividades do mestrado em Direito, na Universidade de Coimbra, em Portugal.

PBAgora

Por: Junior Queiroz em 28 de outubro de 2015

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

3 Comentários

  1. Leandro disse:

    Pq não faz aqui? Devia ser proibido isso!

  2. José Marcos Salgueiro disse:

    Há Uma “cultura” na qual os ricos estão mal acostumados e acham que o mundo só cabe eles…

  3. Linux VPS disse:

    Se sou ministro de um governo, tenho o dever de votar a favor dele, contra o impeachment disse Castro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *