Pietro Harley e Edvaldo Rosas são mantidos presos após audiência de custódia

A juíza Andrea Arcoverde manteve as prisões de Pietro Harley e Edvaldo Rosas, alvos da nova fase da Operação Calvário desencadeada nesta quinta-feira (4), em audiência de custódia realizada na tarde de hoje. Coriolano Coutinho, que já estava preso, continua detido.

Pietro Harley e Edvaldo Rosas serão encaminhados à Ala Especial da Penitenciária Média Hitler Cantalice, a Média de Mangabeira, na Capital.

Pietro e Edvaldo foram detidos na manhã desta quarta-feira, na fase da Operação Calvário que investiga desvios de recursos públicos na Educação da Paraíba.

Nova fase da Calvário

O ex-presidente do PSB da Paraíba, Edvaldo Rosas e o empresário Pietro Harley estão entre os alvos de mandado de prisão nas novas fases da Operação Calvário. As diligências acontecem na manhã desta quinta-feira (4).

Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, também foi alvo de mandado, mas já está detido devido descumprimento de medida cautelar.

De acordo com as investigações, ilícitos ocorreram na contratação e no fornecimento de material didático (livros) para a área da educação no Governo do Estado e na Prefeitura de João Pessoa, havendo a utilização de recursos em benefício de empresários e agentes públicos.

Novas fases da operação foram deflagradas pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), os Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público Federal (Gaeco/MPF), do Distrito Federal (Gaeco/DF), de Santa Catarina (Gaeco/SC) e de São Paulo (Gaeco/SP), o Tribunal de Contas da Paraíba (TCE/PB), a Secretaria de Estado da Fazenda da Paraíba (Sefaz/PB), e as Polícias Civil e Militar da Paraíba.

Paraíba Já

Por: Junior Queiroz em 5 de fevereiro de 2021

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *