Caso de raiva humana é confirmado na Paraíba

Uma mulher de 68 anos foi diagnosticada com raiva humana após sofrer mordida de raposa, em Riacho dos Cavalos, no Sertão da Paraíba, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB). O estado não apresentava casos da doença há cinco anos.

De acordo a SES-PB, a mulher foi mordida pelo animal silvestre no dia 8 de abril. No dia seguinte ela foi atendida em uma Unidade Básica de Saúde mas precisou ser atendida no dia 10 de junho, dessa vez em um hospital público em Catolé do Rocha.

No hospital, a mulher apresentou sintomas da raiva humana como delírios, espasmos e agitação psicomotora. Ela foi transferida ainda no dia 10 de junho para o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), em João Pessoa, que é referência no tratamento da doença.

A mulher segue internada em quadro clínico grave, porém estável. A SES-PB informou que ela está entubada e mesmo sedada apresentou movimentos de membros, espasmos e disautonomia. A doença foi confirmada nesta quarta-feira (24) através de exame laboratorial feito pelo Instituto Pasteur.

De acordo com a SES-PB, a raiva é uma doença infecciosa viral aguda que acomete mamíferos e é transmitida para os humanos pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordida, podendo ser transmitida também pela arranhadura ou lambedura desses animais.

No Brasil e no mundo, os cães ainda são considerados responsáveis por mais de 90% da exposição do homem ao vírus da raiva e por mortes em seres humanos pela doença, que ataca o Sistema Nervoso Central.

O período de encubação do vírus pode ser de dias até anos, com média de 45 dias em seres humanos. A Secretaria de Saúde da Paraíba informou que está acompanhando o caso e orientando as medidas necessárias no município de Riacho dos Cavalos, que não relatou nenhum outro caso suspeito da doença.

Ainda de acordo com informações da SES-PB, por ter sido um animal silvestre o responsável pela mordida na vítima, não há registro de que a raposa tenha sido vacinada. A secretaria orienta que a população realize a vacinação anual de cães e gatos, disponível nas 12 Gerências Regionais de Saúde da Paraíba.

Paraíba Mix

com G1

Foto: Diogo Almeida

Por: Junior Queiroz em 26 de junho de 2020

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *